quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Viraliza que é uma beleza (cont.)

O assunto dos virais continua a render por aqui. Mas o que temos são mais dúvidas do que respostas.Eu tenho minhas opiniões, mas queria abrir pra discussão:

- Dá pra vender um viral prum cliente?
- Um viral pode ter o logo/packshot/assinatura do cliente no fim?
- O que conta mais, o conteúdo ou os métodos usados para divulgá-lo?

Acho que a conversa começa por aí. o que vocês dizem?

E enquanto isso, vale ver a lista dos virais mais vistos de 2008 segundo a Go Viral.

4 comentários:

meetmeinouterspace disse...

1 - Não. Não se pode vender um viral para um cliente. Pode-se vender uma ideia na qual se acredita que tem potencial de se tornar num viral. Garantias não há.

2 - Na minha opinião não deve ter. a não ser que seja feito um video publicitário que é tão bom que acaba por se tornar num viral. Mas isso é escolha de quem o vê e de quem o decide passar para os outros.

3 - Tudo. Depende sempre das especificidades do produto, do target, do pais ...


Estes são os meus 2 cents

Tiago "Kalaes" disse...

1) não.
2) depende...tem que ter um conteúdo muito bom para poder colocar o packshot.
3) os dois!!!

rosas disse...

1. Concordo com ambos. Vender um viral não se vende. Vende-se uma ideia com potencial, mas ninguém garante que viralize.

2. Acho que depende do conceito inicial. Há coisas que se fazem sem o intuito de tornar viral mas que acabam por se tornar virais. Se algo é feito com o propósito de ser viral (no caso de um video, por exemplo), a ideia de "caseiro" cai bem melhor no viewer do que chegar ao fim e perceber que houve "produção" envolvida. Se o viewer perceber que o "video viral" é, no fundo, um anúncio, este não o vai fazer circular a menos que seja mesmo muito bom.

3. O conteúdo é bastante importante, mas se os métodos não forem bem escolhidos (como os tags e etc) acaba por não valer de nada. Por outro lado, os meios podem ser os melhores, mas se o conteúdo não for assim tão bom, "eu" (viewer) não me vou dar ao trabalho de passar a ninguém (como referido acima).

Mesmo assim, acho que há mais coisas a dizer relativamente a isto: quanto ao ponto 1, para poder "vender" uma ideia com bastante potencial para tornar viral, acho que é preciso levar em conta tendências, aproveitar virais do momento para colar junto, ter feito algumas coisas que tornaram viral com sucesso (tenham sido essas coisas feitas com o intuito de "vender" algo, passar uma mensagem ou até não dizer nada de especial).

rosas disse...

isto que eu falo, foi só uma velhota que me disse.